Golgo 13 é um filme de ação japonês de 1983 baseado na série de mangá de mesmo nome de Takao Saito.  O filme foi dirigido por Osamu Dezaki, produzido por Nobuo Inada e foi escrito a partir de um roteiro de Shukei Nagasaka.

Não vou gastar muito tempo falando da da trama.

Duke Togo, conhecido como Golgo 13, é um assassino profissional; após completar mais uma missão, ele desperta a ira do pai do assassinado, um rico empresário, que contrata assassinos e até suborna a alta cúpula da CIA e FBI afim de obter vingaça.

Golgo 13 tem uma história simplória conduzida por um personagem principal vazio e caricato: uma fantasia masculina de rosto quadrado, impessoalidade robótica e eficiência. Uma prognose de macho-alpha ainda mais exagerada que a de James Bond. Um sujeito que mata seus inimigos e conquista mulheres com indiferença categórica, como se fosse quotidiana.

Não pensem que estou criticando, esse é o charme do personagem – uma assumida androfilia sententista-oitentista. Charme que é reforçado pelos modismos politicamente corretos atuais, que pretendem afeminar toda característica masculina e rotular todo traço de virilidade como essencialmente tóxico.

O enredo é uma boa desculpa para o estilo. Até mesmo a ação torna-se serva do estilo, onde podemos notar composições quadrinescas que reforçam dramáticamente cada dialogo, tiro ou soco na cara. São combinações de cores e movimentos que realçam um espetáculo visual, desde as cenas de sexo até as mortes – com direito a sangue jorrando daquela forma que hoje podemos rotular de tarantinesca. Aliás, Quentin Tarantino é fã deste anime e até prestou homenagem na seqüência animada de Kill Bill: Volume 1 (2003).

Curiosidades:

Golgo 13 foi o primeiro filme de animação a incorporar animação CGI, criado por Koichi Omura e Satomi Mikuriya na Toyo Links Co., Ltd. As animações CGI podem ser vistas na abertura e na cena do ataque de helicóptero à Torre Dawson, que acontece mais ou menos na metade do filme. Apesar de serem visualmente datadas  (imagine aquelas simulações de 3D que tinha nos jogos do Mega Drive), trata-se certamente de um marco importante na indústria.

 

 

Recomendado

A.D. Police - Um Clássico Cyberpunk
Cowboy Bebop - Da colagem a ressignificação
Tripulação da nave BebopNesse artigo mostramos uma interpretação única e simbólica de Cowboy Bebop de Shinichiro Watanabe, um dos mais icônicos animes de todos os tempos.

Podcast Recente

Rolar para cima