Golgo 13: Assignment Kowloon é o segundo live-action produzido com o personagem Golgo 13, baseado no persongagem homônimo da série de mangá de Takao Saito.

Enquanto o primeiro filme, de 1973, é uma curiosa produção nipo-iraniana, este é nipo-honconguesa – então, as feições orientais dos personagens estão mais proeminentes e o próprio filme segue a estrutura estética-narrativa de um filme policial típico de Hong Kong.

Engraçado como Golgo 13 foi usado como moeda de troca diplomática. O filme fica zigue-zagueando o tempo todo entre Hong Kong e Japão.

Golgo 13 é uma das primeiras tentativas culturais da industria japonesa para dissolver as tensões entre a China e o Japão, que havia sido maculada com sangue durante a Segunda Guerra Mundial.

Uma das coisas mais interessantes no personagem é sua nacionalidade incerta e sua etnia confusa – um típico caso de metafora para a crise de identidade nacional honconguesa. O personagem Duke Togo é oriental, mas não compartilha exatamente as mesmas feições fenópticas que um oriental comum – ele parece estar em um limbo entre o ocidente e o oriente.

Neste filme de 1979, a escolha de Sonny Chiba para o papel de Golgo 13 é perfeita do ponto de vista estético. Sonny é japonês, mas olhando bem, olhando bem mesmo, você percebe que tem algo de mongol neste cara.

Não há nada na sua biografia que indique isso, mas considerando as tentativas de invasões mongóis no Japão, não acho difícil ter acontecido em algum momento, em algum lugar, alguma fusão genética. Seu tamanho, a textura do seu cabelo e seus olhos maiores que a média do japonês comum o acusam.

Outra coisa que gosto no Sonny Chiba são as cenas de luta. Sonny era um artista marcial de verdade: quarto dan de Karate Kyokushin, segundo dan de Karate Goju-ryu, segundo dan de Judo, primeiro dan de Kendo e quarto dan de Togakure-ryu (tradição histórica de Ninjutsu do período Edo) – esses títulos ele conquistou ao longo de toda sua vida. Suas coreografias de luta são convincentes e passam a sensação de objetividade e eficiência típica de um carateca.

Ainda gosto mais do primeiro filme de 1973. Incusive, acho que Ken Takaura, mesmo não se parecendo muito com o personagem, performou um Golgo MELHOR que o Sonny. Mas se for pegar apenas pela aparência, Sonny Chiba está impecável.

Curiosidade: O nome “Golgo 13” é uma referência à morte de Jesus Cristo. Golgo é a abreviação de Gólgota, o lugar da crucificação de Jesus, enquanto o número 13 é considerado um número de azar. Além disso, o logotipo do Golgo 13 é um esqueleto com uma coroa de espinhos.

Essas referências etno-culturais mistas despistam, confundem e instigam curiosidade.

Enfim, filme B divertidinho.

Recomendado

Golgo 13
Golgo 13

Podcast Recente

Rolar para cima