A faixa mais macabra do City Pop

Existe uma música dentro do City Pop que se tornou uma “lenda urbana”.

A história começa com uma fita cassete comprada em uma loja em Akihabara, em Tóquio, por volta de 1990. Essa fita continha vários clássicos do gênero e uma faixa não identificada.
Desde que apareceu pela primeira vez online há mais de 20 anos, muitas pessoas deram suas próprias opiniões sobre quem poderia ser o artista por trás dessa música, mas até hoje, mesmo com uma comunidade imensa de jornalistas, colecionadores e entusiastas, nada foi descoberto. Até hoje, essa faixa é considerada uma das músicas mais misteriosas da história do Japão.
Ninguém sabe sua autoria, nem quem a canta e nem quando foi gravada.

Na falta de informações sobre o título da música, ela foi batizada como “Fly Away”, em inglês, como é costume das faixas mais famosas do City Pop.
Mesmo hoje, com o auxílio tecnológico, inteligência artificial e informações cruzadas, nada foi descoberto. Não há informações sobre essa faixa nem nos mais obscuros catálogos.
Não há absolutamente nada sobre a cantora, os músicos, o compositor (ou os compositores) ou mesmo as pessoas envolvidas na produção da música. Não há pistas sobre qual foi a gravadora ou se há alguma estação que, por ventura, tenha tocado essa música.

O que se sabe é a letra da música, a duração (3 minutos e 38 segundos) e que era baseada em bateria, baixo, teclado, guitarra e percussão. Está mais ou menos confirmado que há uma base eletrônica de um Yamaha RX11 e o sintetizador usado era, possivelmente, um Yamaha SY-77.

Pessoas que viveram os anos 80 que, por ventura, tivessem escutado essa música em algum lugar, no subsolo de suas memórias, geralmente davam palpites que levavam a lugares diferentes.
O dono da loja onde a fita foi comprada também não tem informações sobre quem a vendeu; possivelmente a fita estava no meio de um lote gigantesco de outras fitas que se misturavam em outras quinquilharias.

Existem várias lendas sobre essa música. A maioria delas macabras.

A versão mais conhecida é que uma garota sem amigos, querendo ser conhecida na indústria musical, teria composto e gravado a faixa em um estúdio local, com alguns músicos anônimos. Essa faixa teria sido gravada por engano junto com outras em uma coletânea com faixas conhecidas.Esse estúdio teria falido logo em seguida e vendido todo seu acervo para diversas lojas de variedades em Akihabara. Essa garota, que teria pago ela mesma com suas últimas economias essa gravação, ao saber que o estúdio não apenas faliu, mas se desfez de todo o seu acervo, não teria aguentado e teria cometido suicídio.Sabemos que os japoneses são paradoxalmente conhecidos por serem um dos povos menos religiosos e mais supersticiosos do mundo. Devido à sua fama, essa música é tida como uma das mais evitadas hoje em dia, e conta-se que o espírito desta garota é evocado toda vez que alguém a ouve.

DÊ O PLAY E DESCUBRA.

Comente aqui
A civilização Harapeana
Uma das maiores e mais antigas civilizações em extensão geográfica...
Terror e Erotismo: O mundo dos games do NEC-PC-98
Cidades futurísticas e labirínticas com cores saturadas, femme-fatales e cemitérios...
O realismo imaginativo de Michael Whelan
Michael Whelan é um artista americano especializado em realismo imaginativo,...
O êxtase xamânico
O êxtase xamânico é uma das mais antigas manifestações espirituais...
Rolar para cima